Suíça apresenta diretrizes da ICO, planeja ser uma “nação criptográfica”

Em um feito notável, o supervisor financeiro da Suíça emitiu diretrizes para startups locais levantarem capital por meio de crowdfunding da ICO. Enquanto a maioria dos países do mundo está empregando regulamentações rígidas de criptomoedas, o governo da Suíça expressou seu desejo de se tornar a “Nação Cripto”.

Suíça As diretrizes da ICO especificam três categorias principais de ICO

Em resumo, as diretrizes basicamente dividem as vendas coletivas da ICO em três categorias principais. Estes são:

  1. ICOs de pagamento

Estes são os fundos da ICO que são transferíveis e podem ser usados ​​como forma de pagamento. Finma observou que essas ICOs teriam que cumprir os regulamentos antilavagem de dinheiro, mas não seriam considerados títulos financeiros.

  1. ICOs utilitários

São ICOs que usarão tokens ou fundos como meio de fornecer acesso digital a um produto ou serviço. Estes não seriam considerados uma segurança apenas se fossem construídos com o propósito de servir a um utilitário.

  1. ICOs de ativos

Como o nome sugere, estas são as ICOs que serão vendidas aos investidores como ações ou títulos e garantirão retornos na forma de dividendos ou renda regular. Estes se enquadram nas definições de segurança e todos os regulamentos para títulos financeiros serão aplicáveis.

O zelo do governo da Suíça para se tornar “Crypto Nation”

Na sexta-feira, Mark Branson, executivo-chefe da Finma, disse que sua “abordagem equilibrada” aos projetos de ICO permitiria que “inovadores legítimos navegassem no cenário regulatório e, assim, lançassem seus projetos de maneira consistente com nossas leis que protegem os investidores e a integridade do sistema financeiro.”

Enquanto o governo de todo o mundo está ocupado promulgando leis rígidas e duras para controlar o crescente mercado de criptomoedas, o governo da Suíça está seguindo um caminho completamente diferente. No início deste ano, China, Coreia do Sul e Índia já esclareceram sua relutância em adotar negociação de criptomoedas e pagamentos em bitcoin.

Johann Schneider-Ammann, ministro da Economia, disse no mês passado que a Suíça quer “ser a nação criptográfica”. Só o tempo dirá qual será a implicação desse passo da Suíça, mas, por enquanto, essa é uma ótima notícia para o mercado de criptomoedas.

O que você acha desta medida do governo suíço? A Suíça pode ser a “nação criptográfica”? Deixe-nos saber em seus comentários abaixo.

You May Also Like

About the Author: Medusa